Divã do Estilo

Sobre nossas atitudes

divã

Oi Oi Oi Estilosas!! Como vocês estão?!

Sobre nossas atitudes!! Esse é o tema da nossa reflexão semanal, vamos para nosso divã?! Quero compartilhar com vocês um desabafo, porque essas duas últimas semanas foram muito marcantes. O porquê vem descobrir!
As últimas duas semanas tiveram fatos muito marcantes, simplesmente por atitudes, exageradas e que o fim não foi o mais feliz… Há 2 semanas tive meu primeiro choque quando na correria de sempre, parei o carro em frente a uma guia rebaixada para não perder minha aula de inglês e simplesmente não vi. Só percebi o meu erro quando um homem irado me abordou berrando e me xingando de nomes que tenho vergonha de repetir…

Esse foi meu primeiro susto, ele berrava exalando ódio e sofrimento, uma dor que só de olhar ele falando me senti super mal e juro que nunca tinha visto uma cena como aquela na minha vida, mesmo pedindo desculpas ele não me ouvia… A pessoa só se deu conta do que tinha feito quando eu disse que ele podia falar tudo que estava incomodando e que eu ia escutar, já que tinha sido a escolhida para que ele despejasse tanto ódio e tivesse uma atitude como aquela.

Depois fiquei pensando “Por que mesmo que ele brigou comigo?! Não que eu estivesse certa, mas a briga foi porque nas palavras dele, perdeu 15 minutos para pedir ao segurança da escola que tirassem o carro do local, o segurança me achar na sala e eu retirar o carro. Cadê a tolerância?! Mas Ok, os dias passaram e eu realmente deletei da minha cabeça.
Mas nessa semana, hoje mais especificamente, não tive como não refletir sobre a falta de tempo que temos para as coisas simples. Aqui deixo claro que não quero defender nenhuma crença, religião ou pensamento político. E esse meu desabafo aqui, acontece porque simplesmente tivemos duas mortes trágicas entre amigos somente nessa semana, uma delas fiquei sabendo agora pouco e fiquei extremamente arrasada.
Lutamos incansavelmente todos os dias para dar conta de todos os compromissos, seja porque não podemos ficar pra trás no campo profissional ou porque precisamos nos esforçar demais para ter uma ascensão que nos possibilite ter ainda mais. Com essa rotina insana, esquecemos de ter um tempo de silêncio para focarmos em nós mesmos ou somente para ouvir um amigo.

Muitas vezes, perdemos tempo reclamando ao invés de procurar uma solução para algo simples, mas que insistimos em complicar. Esquecemos que tirar um minuto para rir ou falar bobeira não prejudicará nosso desempenho ou rotina, muito pelo contrário. Descontamos nossa ira na primeira pessoa que faz algo de que não gostamos e simplesmente esquecemos que aquela pessoa pode também ter seus problemas, mas está fazendo um esforço tremendo para estar ali firme e forte cumprindo com seus compromissos, sem tirar o sorriso do rosto.
Esse post é para lembrar das coisas que realmente importam, dos pensamentos positivos que precisamos emanar independente do momento que passamos, de maus pensamentos, ações e energias negativas o mundo já está cheio e cabe a nós mudarmos isso.

Enquanto não tivermos consciência que também influenciamos nesse ambiente, realmente nada vai mudar. Tenho observado que gentileza, se colocar no lugar do outro e respeito estão em falta e enquanto não criarmos consciência da importância da vigilância contínua com nossas ações e pensamentos, realmente não mudaremos nada. Afinal, o mundo é feito por pessoas, e nós somos parte dele.
Nessas últimas semanas tenho observado como pessoas próximas estão com problemas de saúde por questões ligadas ao stress e fadiga. Alguns são como eu, não falam de seus problemas, guardam pra si e seguem a vida, outros começam a levar os dias no automático e nem percebem que mudaram seu comportamento e se afastaram das pessoas. Não falam e também não buscam ajuda até que o corpo fala por eles.
Espero que quando eu ler esse texto daqui há algum tempo, eu consiga refletir e perceber que tenho me esforçado por fazer a minha parte. Espero que toda vez que eu estiver com a cabeça cheia demais eu tenha um tempo para parar e respirar, lembrando que tudo nessa vida passa, a única coisa que permanece são minhas ações. Eu posso não controlar as ações dos outros, mas as minhas eu tenho e devo controlar.
Dedico esse post aos meus amigos, que não estão mais aqui fisicamente e peço que Deus ilumine, conforte e guie o caminho de seus familiares, com muita luz, respeito e amor!!

O post ‘Sobre nossas atitudes‘ apareceu primeiro em Com Estilo Único.

Bjoo Estilosas!!

You Might Also Like

Comentários

Comentar