Divã do Estilo

A chegada dos 30

Divã do Estilo

Quando me libertei!

Oi Oi Oi Estilosas!!

Hoje é dia deeee… Divã do Estilo, uhuhhu!!êêêêêêê!! Vocês sabem que essa semana entro na casa dos 30 né?! Pois é, nem consigo acreditar, sinto que tenho tanta coisa pra fazer nessa vida, mas os 30 causam aquele impacto né?! Parece que foi ontem que eu estava com meus 20 anos e feliz da vida por estar me mudando pra capital, rs. De lá pra cá, acho que tenho alguns episódios dignos de uma novela mexicana ‘Aline la del barrio!!’ kkk, lembrou da musiquinha da ‘Maria la del barrio’ né?! Ahh, minhas tardes assistindo SBT.

Hoje quero compartilhar com vocês algumas das lições que tive nesses últimos 10 anos, que tal?! Você já escutou de alguém a seguinte frase “Gosto muito mais de mim hoje do que há 10 anos”? Pois se já escutou, com o tempo vai descobrir que é verdade mesmo.

Tentar agradar a todos. Quando somos mais novas temos a ilusão de que o caminho pra vida é agradar a todos. Mas olhe, com o tempo você vai perceber que isso não vai levar a lugar algum. Agradar demais é perda de tempo, quantas vezes você fez de um tudo por alguém e em algum dia levou aquele tombo? Aquele que te deixou sem chão? Muitas vezes a pior rasteira que levamos é de alguém que nunca imaginamos. Eu percebi que quanto mais eu me descobrisse e soubesse o que eu queria, mais chances eu teria de atrair pessoas com pensamento e valores parecidos com os meus, afinal, atraímos semelhantes né?!

Desapego. Ai palavrinha difícil Genteee!! Anota o que a titia Aline tá dizendo “Desapegaaa”. Como eu tenho dificuldade com isso, se tem uma coisa que me tira do sério é injustiça, e eu ter que me desapegar de fazer justiça pelos outros ainda é um processo complexo. Hoje já sou bem mais tranquila, porque fiz um mantra na minha cabeça “Eu só posso mudar aquilo que depende de mim, o que depende dos outros eu tenho que me desapegar”, você pode estar se perguntando “Por quê?” Eu posso mudar um comportamento meu, um pensamento meu, uma ação minha, mas o dos outros? Infelizmente cada um precisa olhar pra dentro de si e ver aquilo que faz mal e mudar. Se eu não gosto do comportamento de uma pessoa, o que eu faço? Me afasto! O que não me faz bem, simplesmente quero distância. Eu já perdi a conta de quantas vezes eu fiquei tentando mudar as pessoas e me frustrei, por isso, hoje em dia eu tento conversar, se a pessoa não me dá abertura, deixo pra lá! Insensível né?! Não senhorita! Desde que me desliguei tenho uma vida bem mais leve.

Que a vida leve o que não for leve. Já tive pessoas que ‘pelamor’, ainda bem que deixei a vida levar! Sabe aquelas pessoas que parecem um encosto? Um poço de negatividade? Uiii, se afasta! Gente assim não ajuda em nada e ainda te afunda junto com elas. Lembrem do que já falamos no nosso Divã “Quem não adiciona ou multiplica, melhor tirar da vida” e não sofra, com o tempo você enxerga que é bem melhor quando nos afastamos de certas pessoas. Aqui, partimos pro próximo tópico, rs.

Relacionamentos acabam.. AINDA bem! – Sabe aquele fundo do poço? Aquele que você chega porque o AMORRR da sua vida, aquele cara que você ia casar, ter 3 filhos, 2 cachorros, 1 papagaio, casa na praia e tudo mais?! Se ele resolveu seguir a vida, siga a sua também! A gente sofre, arranca os cabelos, fica com olheira de tanto chorar e até quando? Até que você ache outro cara e comece a ter os mesmos pensamentos, hahahaha. Mas fique bem tranquila, o cara certo pra você, uma hora aparece e sabe aquele cara ali que você fez todo o planejamento e não deu certo?! Uma hora você encontra ele, parado no tempo, com as mesmas atitudes, acomodado, mesma vida e fala “Ufa, me livrei, essa não era a vida que eu queria pra mim?!”… Então, fique bem tranquila tá amiga?! O que for pra ser, será, pode ter certeza!

Valorize-se. Se você não se valoriza, quem valoriza? Ninguém né?! Tá aqui uma lição que aprendi pela dor. Eu já fui daquelas que nossa! (Até fico sem ar de lembrar!), me virava nos 30 para fazer tudo que as pessoas queriam que eu fizesse, deixei que pisassem em mim, que me fizessem de tapetinho mesmo sabe?! E quando eu precisei, cadê as pessoas pra me ajudarem?! “Ahh, eu tô sem tempo!” “Ahh, putz, é complicado!” e isso vindo de pessoas que eu deixava de fazer minhas coisas pra agradar hein?! Até que eu dia me rebelei e coloquei na minha na cabeça “Ahh, vá se lascar!! Eu vou ME valorizar, descobrir as coisas que EU gosto de fazer, dedicar tempo pra fazer as MINHAS coisas!!”… E nossa, como as coisas mudaram Gente!! Hoje sou bem mais feliz fazendo minhas coisas, sei as pessoas que posso contar e por essas pessoas sim eu me esforço. Tá aqui algo bem importante “Valorize quem te valoriza”.

Não sou vítima de nada, sou eu quem faço meu destino. Se tem algo que precisamos aprender é que não podemos ficar nos fazendo de vítima, essa postura só faz com que percamos tempo. Algo não deu certo, levanta, sacode a poeira, coloca aquela maquiagem no rosto e bola pra frente. Eu penso que todo tombo vem como aprendizado, não vou dizer que não fico chateada, fico sim, mas não perco tempo remoendo as coisas não, se aconteceu algo que me deixou chateada, fico quieta, reflito e na hora do banho mando embora junto com a água. Afinal, não temos como saber o que acontece em detalhes na vida de cada pessoa, as experiências que temos podem fazer com que sejamos pessoas melhores ou piores, depende de cada um!

Por fim, aqui vai a frase que mais amo nessa vida “Nada é por acaso”, sempre que me deparo com uma situação que não sei como lidar lembro dessa frase e começo a pensar “O que eu preciso aprender? Qual a lição que preciso tirar disso? Será que isso não aconteceu pra me tornar mais forte?”

Esses foram algumas das lições que já aprendi, com certeza terão muitas mais, mas daí volto em outro post né?! Espero que tenham gostado e que pelo menos um desses pontos ajudem vocês. Cada dia dessa vida é único, por isso temos que viver ao máximo, da melhor forma, e com pessoas que nos querem bem né?! Quem não quer bem que fique beeeem longe, sai uruca!! Haha

O post ‘A chegada dos 30‘ apareceu primeiro em Com Estilo Único Blog.

Bjoo Estilosas

You Might Also Like

Comentários

Comentar